Terça-feira, 16 de agosto de 2022
informe o texto

Notícias / Entretenimento

Várzea Grande

Festa de São Pedro teve peixe de graça e levou mais de 10 mil pessoas a Bom Sucesso

Festa de São Pedro teve peixe de graça e levou mais de 10 mil pessoas a Bom Sucesso

Foto: Da Assessoria

Momento mais esperado pela comunidade do Distrito de Bonsucesso, a 41ª Festa de São Pedro retornou nesta quarta-feira (29), após 3 anos de espera devido à pandemia, mais forte e mais bonita, graças à união dos moradores, que contaram com o apoio incondicional da Prefeitura de Várzea Grande, que contribuiu com a estrutura de tendas, mesas e cadeiras, além de doação de peixes, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Tecnologia e Turismo; licenciamento e alvará, emitido pela Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural Sustentável; stand da Secretaria Municipal de Saúde com orientações e aferição de pressão e glicemia, além da presença da Guarda Municipal fazendo o controle do trânsito, que estava movimentado devido à presença de aproximadamente 10 mil pessoas durante todo o dia. Além disso, foram providenciadas linhas especiais de ônibus, que saíram do Terminal André Maggi.

Todo o apoio seguiu a determinação do prefeito Kalil Baracat, que esteve presente na festa, juntamente com a primeira-dama, a promotora de Justiça Kika Dorilêo Baracat. “A pandemia nos privou de muita coisa e hoje temos a felicidade de participar de uma festa tão importante para a cidade de Várzea Grande, que é a Festa de São Pedro, onde se comemora o dia do pescador aqui na comunidade de Bonsucesso, uma das mais antigas da cidade. É uma festa cultural, turística, onde a gente expõe a nossa gastronomia, onde tem várias peixarias, então, a rota do peixe é por aqui. É uma felicidade estar ajudando para que a gente consiga cada vez mais retornar à vida normal, embora a pandemia não acabou”, destacou o gestor.

De acordo com o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Tecnologia e Turismo, Charles Caetano, a Prefeitura procurou colaborar de todas as formas possíveis para a realização do evento, que, segundo ele, é considerada a maior festa gastronômica de pescado de água doce do Brasil. “Vem muita gente de fora, movimenta muito o setor hoteleiro. Vem pessoas não só de Cuiabá e Várzea Grande, mas de toda a Baixada Cuiabana. Este ano está com uma estrutura bem melhor do que nos anos anteriores. A festa ficou muito bonita. Estamos felizes em apoiar!”, afirmou.

Dentre os turistas, quem fez questão de apreciar foi a aposentada Valdelice Rodrigues Martins, moradora de Cuiabá. “Já vim outras vezes, mas faz muito tempo. Eu gosto de vir para participar da festa, ver novidades, sair um pouco de casa porque com essa pandemia, fazia tempo que eu não saía de casa. Sempre venho na época da festa, que é muito bonita. Eu, como católica, adoro essa festa!”.

Quem também esteve presente, tanto como autoridade quanto como devoto, desde a procissão, que iniciou às 8 horas, foi o secretário municipal de Defesa Social, Alessandro Ferreira da Silva. “A Defesa Social, junto com as demais secretarias, compondo o apoio da Prefeitura Municipal de Várzea Grande, vem somar com a parte de segurança e controle de trânsito para que a gente possa receber os turistas e os munícipes da melhor forma possível para que eles possam curtir essa festa de São Pedro, que é uma festa já tradicional, mas que há muito tempo não se fazia devido à pandemia”, destacou.

Durante a missa rezada pelo padre José Oliveira, na Igreja Divino Espírito Santo, que estava lotada de fiéis, a servidora pública Gislene Kelly de Magalhães, membro da comissão organizadora, agradeceu a todos que compareceram ao evento e que colaboraram com sua realização. “Quero agradecer a todos os presentes, ao padre José, à comissão de festeiros, ao nosso prefeito Kalil Baracat, que nos apoiou. Em nome dele, quero agradecer ao secretariado, que não mediu esforços para nos ajudar. Meu muito obrigada e que Deus abençoe a todos vocês”.

Para o rei da festa, Benedito Gonçalves da Silva, 68, que recebeu os devotos em sua casa para o tradicional chá com bolo, a Festa de São Pedro tem extremo valor para todos que vivem em Bonsucesso. “A gente sempre foi uma comunidade muito religiosa. Então, a fé está sempre em primeiro lugar. Nós temos fé no Senhor Divino, São Benedito, Nossa Senhora e, dos pescadores, é o São Pedro. E a gente procura passar essa tradição para os mais jovens passarem adiante. A festa também tem importância muito grande porque os turistas se aproximam da comunidade e, consequentemente, gera renda pra comunidade”, afirma o pescador, que nasceu na comunidade e ali aprendeu o ofício com o pai.

A 41ª Festa de São Pedro contou com a procissão pela rua principal de Bonsucesso, terminando na casa do rei da festa, onde foi servido o chá com bolo. Em seguida, a  missa em louvor a São Pedro foi rezada na Igreja Divino Espírito Santo e o almoço gratuito com mais de duas toneladas de peixe foi servido no salão paroquial, onde também ocorrem a feira de artesanato e shows regionais. Até a meia-noite desta quarta-feira (29), a animação será garantida pelo Corpo Musical da Polícia Militar, Sandrinho dos Teclados e bandas Signus, BigSom, Novo Som e ScortSom. A entrada é franca. Neste dia, linhas especiais de ônibus estão partindo do Terminal de Integração André Maggi.

Enquete

Se a eleição fosse hoje em quem você votaria?

Você deve selecionar uma opção
 
Sitevip Internet
Fale conosco via WhatsApp